20/12/2019 20h03

SEDH institui protocolo de atendimento para pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e drogas

Com o objetivo de tornar ainda mais unificado e coeso o trabalho da equipe técnica do Centro de Acolhimento e Atenção Integral sobre Drogas (CAAD), a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas, instituiu uma normativa para orientar e vincular todos os servidores e servidoras que atuam no local. A instrução normativa foi publicada nessa quinta-feira (19), no Diário Oficial do Espírito Santo (Dio ES).

O CAAD é um equipamento público que integra o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). Ele é a porta de entrada para o atendimento gratuito de pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas e seus familiares no Estado. O acolhimento é realizado por profissionais capacitados e uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, assistentes sociais, psicólogos, conselheiros terapêuticos, nutricionista, enfermeiro e técnica de enfermagem. A equipe realiza avaliação, encaminhamento, monitoramento e acompanhamento dos acolhidos direcionando-os aos seus serviços e à Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e às Comunidades Terapêuticas (CT).

Segundo o subsecretário de Estado de Políticas sobre Drogas, Carlos Lopes, a instituição do protocolo de atendimento é de grande importância para tornar o trabalho da equipe mais sistemática. “O protocolo está organizado de forma a mostrar como o trabalho é desenvolvido desde o momento em que o acolhido e os familiares chegam ao CAAD, e às etapas que passam em seu atendimento, bem como os devidos encaminhamentos”, ressaltou.

O Centro de Acolhimento atua com uma visão interdisciplinar, em que as demandas são recebidas e tratadas na perspectiva da garantia, promoção e proteção dos direitos humanos, articuladas em rede, garantindo que a adesão dos usuários ao serviço é sempre voluntária, tendo em vista a autonomia e na escolha da modalidade de tratamento.

O CAAD está localizado na Avenida Getúlio Vargas, número 585, Centro de Vitória (ao lado da Praça Oito) e o atendimento é das 8h às 16h de segunda a sexta-feira. Não é necessário agendar horário. O telefone é o 0800 028 1028.

Programa Estadual de Ações Integradas sobre Drogas

O Programa Estadual de Ações Integradas sobre Drogas passa por um processo de reestruturação em 2019, no sentido de ampliar a perspectiva com relação ao cuidado nas dimensões da prevenção, tratamento, reinserção, pesquisa e avaliação. As ações estão alinhadas na perspectiva da intersetorialidade, no fortalecimento da RAPS e na implementação de iniciativas, que possam compor a rede de serviços que atende às pessoas com problemas advindos do uso de substâncias psicoativas a partir de suas especificidades e particularidades.

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação da SEDH
Letícia Passos

(27) 3636-1334
leticia.freire@sedh.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard