22/06/2020 19h59

Governo do Estado e lideranças da Piedade se reúnem para discutir ações na comunidade

Representantes do Governo do Estado se reuniram, nesta segunda-feira (22), com lideranças da Piedade, bairro de Vitória. O objetivo do encontro, realizado de forma virtual, foi ouvir as reivindicações da comunidade no que compete à esfera estadual e também sobre o que é possível articular junto à administração municipal. Participaram também representantes do Ministério Público e Defensoria Pública Estaduais.  

 

A reunião foi uma continuidade do diálogo estabelecido durante uma visita técnica ao bairro, na última quinta-feira (18), realizada por representantes da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), Conselho Estadual de Direitos Humanos e Prefeitura de Vitória. 

 

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, explicou que o Governo do Estado tem o compromisso de escuta ativa com a comunidade da Piedade e que, no plano de ação que será elaborado, deve-se pensar a médio e longo prazos, sobretudo por causa da situação atual da pandemia do novo Coronavírus.

 

"No início do Governo, montamos um Grupo Interinstitucional para pensarmos, em conjunto, em políticas públicas para o bairro da Piedade. Infelizmente, em virtude de várias excepcionalidades, não mantivemos essas reuniões, mas agora retomamos com grande expectativa de que possamos juntos: Estado, Município, sociedade civil, Ministério Público e Defensoria Pública. Pensarmos e realizarmos ações que visem a contribuir na garantia de direitos de todas as pessoas estão e moram nesse bairro tão importante para o município de Vitória", explicou a secretária. 

 

O secretário de Estado de Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, lembrou como a atuação policial é importante para afastar a criminalidade na comunidade, mas não é a solução. 

 

"Identifico que esse é um momento crucial para mudarmos, todos juntos, a história da comunidade da Piedade. E, para isso, necessitamos de ações que vão muito além do aparato policial. Lazer, limpeza urbana, iluminação pública, projetos sociais, entre outras ações que envolvem diversos atores, inclusive os moradores, podem nos levar para o caminho de pacificação e proteção daquele local. Espero que esse seja um passo inicial para um plano de governo ainda maior", declarou o secretário. 

 

A presidenta da Associação de Moradores da Piedade, Daiana Rodrigues da Silva, avaliou que a reunião foi importante para o acolhimento das demandas e para ter uma perspectiva das ações do Governo. “A nossa maior expectativa é de que as nossas reivindicações, os pontos que colocamos em questão, sejam cumpridos”, disse.

 

Ao final da reunião, a secretária Nara Borgo sugeriu que seja agendada uma nova conversa, quando já será apresentado um plano de ações por parte do Governo para que seja avaliado, a partir das reivindicações da comunidade e estabelecendo prazos. Os representantes do Estado também informaram que irão entrar em contato com a Prefeitura de Vitória para articular e orientar as ações que devem ser feitas na esfera municipal. 

 

Além da secretária Nara Borgo, do secretário Alexandre Ramalho e de Daiana Rodrigues da Silva, também participaram da reunião o procurador de Justiça Sérgio Pereira; o promotor Nilton de Barros; o defensor público Vinicius Lamego; o subsecretário de Estado de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos Humanos, Wilton Pires Junior; a gerente de Promoção de Direitos e Cidadania da SEDH, Aline Passos; os integrantes do Instituto Raízes da Piedade, Mariana Cristina de Araújo e Jocelino da Conceição Júnior; e Vanessa Darmani, que tem um projeto na comunidade; além do morador Herivelto.

 

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da SEDH
Juliana Borges
(27) 3636-1334
juliana.paiva@sedh.es.gov.br 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard