13/08/2019 16h57

Participação de jovens nos espaços políticos é tema de roda de conversa

A manhã desta terça-feira (13) foi de aprendizado e conversa sobre as “Infâncias e Juventudes”, em alusão ao Dia Internacional da Juventude – comemorado nessa segunda-feira (12). O Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, no Centro de Vitória, sediou um bate-papo sobre o tema com a professora do Departamento de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e diretora do Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a infância (Ciespi), doutora Irene Rizzini. 

O evento foi uma realização da Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH), por meio das Gerências de Políticas de Diversidade Sexual e Gênero e de Políticas para a Juventude, e da Coordenação de Políticas de População em Situação de Rua, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, participou do evento agradeceu a presença da Dra. Irene Rizzini no encontro. “Ficamos muito felizes por ter aceitado o convite em participar desta roda de conversa para debater algo que nos é tão importante: a garantia dos direitos de nossas crianças e adolescentes e a participação ativa deles em espaços políticos para a construção e efetivação das políticas públicas”, destacou.

A professora convidada relatou que não formamos as crianças e adolescentes para atuarem nos espaços políticos. “Devemos mostrar a eles desde cedo, na prática – por meio dos conselhos e grêmios estudantis –, a importância de estarem nesses espaços. Muitas vezes, os próprios pais e professores acabam criando obstáculos devido ao receio de que os jovens estejam ‘perdendo tempo’ com isso em vez de estarem estudando e trabalhando. Então, esta é uma questão que precisa ser pautada para os adultos também, para que eles deem apoio. Os jovens precisam ter suas vozes respeitadas e ouvidas”, enfatizou Irene Rizzini.

Para a professora de Psicologia Luziane de Assis Ruela Siqueira, que participou da roda de conversa, é de extrema importância que a SEDH e a Academia mantenham e proporcionem o diálogo sobre o assunto. “Esta aproximação da Universidade com a Secretaria é importante, principalmente acerca da discussão sobre as infâncias e juventudes. Esse debate nos aproxima nesta luta, que se torna tão importante diante do cenário nacional em que vivemos. É o momento de nos conectarmos para que juntos possamos reforçar a potencialidade da participação deles na política e também na elaboração e consolidação de uma política que seja efetivamente pública”, pontuou.

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sedh
Letícia Passos
(27) 3636-1334 / 99289-9566
leticia.freire@sedh.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard