27/09/2019 17h46 - Atualizado em 27/09/2019 17h47

Encontro de Grêmios Estudantis reúne cerca de 150 jovens no Parque da Cidade, na Serra

Foto: Ademir Ribeiro/Secom

Cerca de 150 jovens de escolas públicas estaduais participaram do Encontro Estadual de Grêmios Estudantis nesta sexta-feira (27), no Parque da Cidade, na Serra. O evento contou com a parceria da Prefeitura da Serra e encerrou a programação da Semana Estadual de Debate contra o Extermínio de Jovens, organizada pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH) e pelo Conselho Estadual da Juventude (Cejuve).

O objetivo foi debater a importância e fomentar a implementação dos grêmios estudantis nas escolas. Participaram alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Aristóbulo Barbosa Leão (ABL) e Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Rômulo Castello, do município de Serra.

Na abertura do encontro, a gerente de Políticas para a Juventude da SEDH, Fabrícia Barbosa, destacou a importância da organização dos movimentos estudantis. “Quando pensamos na Semana Estadual, a gente garantiu a construção conjunta com sociedade civil e movimento estudantil porque reconhecemos a sua importância. Tenho 19 anos e comecei em movimento estudantil com 13 anos, inclusive fui fundadora do grêmio da ABL”, lembrou.

“Os estudantes têm muita força e precisam estar muito bem organizados, então pensamos neste encontro não só para as escolas que já têm grêmios implementados, mas para que possamos fomentar grêmios nas escolas que ainda não têm. É dentro e através de grêmios estudantis que a gente combate a LGBTfobia e machismo, que exigimos os nossos direitos, que colocamos a nossa voz, dialogamos e passamos a ocupar cargos tão importantes como os Conselhos”, enfatizou.

O presidente do Cejuve, Miguel Intra, também esteve presente e explicou um pouco de como é a atuação do conselho. “Estamos desde 2013 na luta pela juventude capixaba, mantendo um diálogo direto com o Governo do Estado e poder público para pensar a política de juventude no Espírito Santo. No contexto de termos uma juventude plural, através dos representantes no conselho nós debatemos a luta, as diferentes realidades e levantamos as demandas que serão apresentadas ao Governo e fiscalizamos o que o Estado tem apresentado de políticas públicas”, ressaltou.

A representante do Conselho da Juventude da Serra, Sabrina Santos, também participou da abertura do evento. Na ocasião, ela falou sobre os desafios da entidade. “A gente tenta estar por dentro de tudo que envolve a juventude no município e influenciar as pessoas. Isto não é tão fácil, porque nós, jovens, pensamos de uma maneira e achamos que tudo é rápido e fácil, mas muitas vezes não é assim que funciona a política. Então o Conselho está ali para ajudar”, pontuou.

O estudante Luis Felipe Rodrigues, de 16 anos, contou que o grêmio da ABL foi reativado recentemente. “Desde setembro estamos nos organizando e buscando maneiras de colocar a nossa voz e dialogar, pedindo apoio aos professores e fazendo reuniões. Desta forma, acreditamos que teremos mais força para buscar mudanças”, disse.

Já a estudante Maria Vitória Ribeiro Batista destacou como o evento poderá auxiliar neste processo. “O Encontro de hoje mostra para pessoas que não são de grêmios a importância desses movimentos e o que ele faz, e isso é muito importante. Aqui entendemos que o grêmio é a base, é o pilar da nossa resistência como estudante. Nós não vamos ficar só no ensino médio, então quando a gente for para a universidade, temos que saber que terá um ensino de qualidade e que as próximas pessoas que forem para o ensino médio terão uma escola em condições de ser melhor aproveitada por todos”, ponderou.

A mesa de debate do evento foi formada pelo gerente municipal de juventude da Serra, Ivo Lopes, pelo diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE), Wallace Vargas, pela vice da UNE, Laís Rezende, pela representante do DCE da Ufes, Natália Cravo, e pelo gerente de juventude de Cachoeiro de Itapemirim, Thiago Elias.

O Encontro Estadual de Grêmios Estudantis contou ainda com apresentações culturais e artísticas do grupo Adolescentes em Ação, com danças urbanas, e do Coral Algazarra. O evento também teve a presença da Biblioteca Móvel.

Além da equipe da subsecretaria de Estado de Proteção, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da SEDH, estiveram presentes no evento a secretária municipal de Direitos Humanos da Serra, Lourencia Riani, o subsecretário de Direitos Humanos da Serra, Márcio Paulo Barros da Silva, a secretária adjunta de Governo da Serra, Raphaela Moraes, e representantes do Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade (Gold).

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da SEDH

Letícia Passos

(27) 3636-1334 / 99289-9566

leticia.freire@sedh.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard